Gibson-Jimmy-Page-Double-NeckHoje é aniversário de Jimmy Page e quando pensamos nesta figura lendária do rock, logo alguns fatos que marcaram sua carreira nos vêm à mente, como por exemplo, o fato de por várias vezes ter tocado a sua Les Paul usando um arco de violino. Dentre tantos outros fatos, um que de longe é o que mais representa Page, é a relação da sua imagem com a guitarra Gibson Double-Neck.

Os modelos originais desta guitarra foram produzidos de 1958 a 1962 e de forma básica é um modelo de instrumento com um "corpo" e dois "braços". De acordo com Jimmy está era a guitarra mais legal do Rock.

O braço que fica posicionado na parte inferior da guitarra é o convencional, mas o superior possui 12 cordas amarradas em duplas que podem ser ajustadas tanto em terças como em oitavas, o que faz dela um instrumento muito versátil, conseguindo ser perfeitamente usado em músicas e timbres melódicos e ao mesmo tempo excelentes para a execução de rock pesado. A Double-Neck possui dois botões de controles de volume e dois de tons, tem o corpo todo feito em mogno e um hardware cromado. Os últimos modelos fabricados foram feitos na cor cereja, especialmente para Jimmy Page.

Nos anos 80 a Gibson parou de fazer esta guitarra e só voltou no início da década de 90, mas na nova versão, tanto o braço inferior como o superior eram fabricados com 6 cordas. Existe também uma cópia da Epiphone (subordinada de baixo custo da Gibson) muito parecida com a Double-Neck, que é vendida como o modelo G-1275.

Para quem curte a mistura de Jimmy Page com a Double-Neck, vai aí um vídeo da música Stairway to Heaven da banda que o consagrou um dos melhores guitarristas do mundo, Led Zeppelin: